Equipes de BH têm 100% de aproveitamento no Jungle Fight 88 | Território Tupiniquim

Equipes de BH têm 100% de aproveitamento no Jungle Fight 88

Neste final de semana as equipes Gordin Fight Team e BH Rhinos representaram a capital mineira no Jungle Fight 88, em Poços de Caldas. No maior evento da América do Sul a equipe liderada por Cristiano Titi saiu com duas vitórias e a de Cesar Gordin com uma vitória por finalização.

DSC_0249

Bruno Assis foi o primeiro Belo-horizontino a entrar no octógono do JF para encarar o experiente Eder Bambu. Em uma batalha que durou os três rounds, Bruno Assis foi declarado o vencedor por pontos.  Já Henrique Montanha não precisou de mais que 18 segundos de lutar para liquidar a fatura. No combate contra Walker Johnny, Montanha mostrou a força de sua mão e venceu por nocaute no primeiro round.

DSC_0573

Representando a Gordin Fight Team, Caio Gregorio venceu por finalização no segundo round Carlos Alberto Ferreira. Aos 3:28 do segundo round, Caio após quedar seu adversário, montou e imediatamente encaixou um triângulo indefensável para Carlos, que foi obrigado a dar os “três tapinhas” desistindo do combate. Com a vitória Caio soma a segunda na organização e a quarta na carreira.

DSC_0623

Valendo o cinturão peso meio-médio do Jungle Fight, Handersson Boy Doido venceu Jorginho Filho ainda no primeiro round. No co-evento principal, Eric Parrudo venceu por pontos Rander Junior e ficou com o cinturão do JF até 70kg. Na luta principal da noite Amanda Lemos venceu Mayra Cantuária por nocaute técnico no segundo round e manteve o cinturão do evento.

Resultados Jungle Fight 88:

Amanda Lemos venceu Mayra Cantuária por nocaute técnico aos 29s do R2
Eric Parrudo venceu Rander Junio por decisão unânime (30-28, 30-27 e 29-28)
Handesson Boy Doido venceu Jorginho Filho por nocaute técnico aos 3m45s do R1
Henrique Montanha venceu Walker Johnny por nocaute aos 18s do R1
Caio Gregório venceu Carlos Alberto Ferreira por finalização aos 3m28s do R2
Marcus Bad Face empatou com Marcus Vinicius (26-28 27-27 27-27) (O atleta Marcus Bad Face havia perdido três pontos por ficar acima do limite da categoria)
Lourdes Verônica venceu Camila Guimarães por decisão unânime (triplo 30-27)
Adriano Capitulino venceu Alberto Silva por finalização aos 2m24s do R2
Oscar vera venceu Guilherme Alves por finalização aos 4m25s do R1
Edilceu Silva venceu João Paulo Franja por finalização aos 3m02s do R2
Bruno Assis venceu Eder de Souza por decisão majoritária (29-28, 29-29 e 29-28)
Carlos Henrique “Alemão” venceu Bruno Mesquita por nocaute técnico aos 3m02s do R2
Arthur Ferreira venceu Joaquim Neto por finalização aos 3m54s do R2
Geraldo Freitas venceu Fabio Junior por nocaute a 1m11s do R1
Erivan Silva venceu Rafael Conceição por nocaute técnico aos 4m31s do R1

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: