Diante das provocações de Facção, Junior Assunção busca fazer história no XFC | Território Tupiniquim

Diante das provocações de Facção, Junior Assunção busca fazer história no XFC

No dia 5 de dezembro, em São Paulo, o ex-UFC Junior Assunção volta ao octógono do XFC, onde já foi campeão até 70kg para encarar o mineiro Facção na luta principal do evento. Com o cartel de 15 vitórias e cinco derrotas em seus últimos dez combates, Junior perdeu apenas um em 2011 contra Ross Pearson pelo UFC 141.

Diante das provocações de Mauricio Facção, Junior Assunção concorda com o mineiro sobre ele já ter chegado ao topo e isso apenas mostra que ele está em um nível altíssimo de competição há muitos anos. Segundo Junior, seu cartel com 15 vitórias na carreira fala por ele e sua confiança vem dos treinos de alto nível com seus parceiros da equipe e sobre a aposentadoria, isso ainda não está na hora, segundo ele.

“Bem antes de falarmos desse “bandido” gostaria de agradecer pelo espaço que está sendo dado a promoção do evento XFC dia 5 de dezembro, em São Paulo. Acho legal a criatividade dele (Facção), não sei bem de que favela ele vem com esse linguajar. Talvez eu seja um pouco “americanizado”. Legal esse marketing que ele está fazendo, o que posso dizer é, tudo bem, eu assino o termo de responsabilidade”.

Sobre as declarações de Facção ao Território Tupiniquim em que teria uma luta mais fácil do que contra o ex-UFC Wagner Galeto, Junior ironiza Facção. “Poxa isso é bom pra mim né? Quer dizer que ele não precisa treinar tanto. No meu caso, já que vou “perder a cabeça” me esforço ainda mais”.

Junior vem de duas vitórias seguidas na carreira a mais recente em junho de 2014 sobre Alejandro Solano, para ele, esse tempo sem lutar não irá atrapalhar em nada para conquistar a vitória sobre Facção e buscar o cinturão da organização. “Tenho um estilo de vida que me proporciona sempre estar em ótimas condições físicas. Tenho uma alimentação e suplementação muito boa e estou sempre buscando novas maneiras de melhorar como atleta. Dia 5 de dezembro vou chegar bem. Vou ganhar essa próxima e em março disputo o cinturão contra o vencedor do torneio dos 66kg”.

Junior que era já era para ter disputado o cinturão até 66kg da organização ficou de fora do evento devido uma lesão no joelho, mas agora 100% recuperado o atleta está treinando “a todo vapor” para conquistar mais uma vitória.

Com duas passagens pelo UFC, Junior não pensa em voltar ao maior evento de MMA do mundo, e, sim, focar no XFC e buscar mais um cinturão na organização. “Estou no XFC que é uma liga que tenho um carinho enorme, já fui campeão nos 70kg e agora tenho a oportunidade de fazer história conquistando o cinturão dos 66kg. Uma realização pessoal! Vamos focar no XFC, no senhor “Ficção” e no amasso que vou dar nele dia 5 de dezembro.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: